Os delatores da Lava Jato e a criatividade na invenção de histórias

Ninguém aguenta mais a Lava Jato. Nem mesmo a audiência dos noticiários suportará por muito mais tempo as histórias mal contadas dos delatores dessa operação midiática.

No início, era fundamental esclarecer cada acusação infundada. Mas agora já se tornou abuso. Extrapolou o bom senso ter que explicar cada “ouvi dizer” de delatores que fecham acordo para se livrar da prisão o mais rápido possível. E eles sabem o que precisam falar para ir de tornozeleira para casa: qualquer coisa que possa incriminar o PT e chegar ao Lula. Esse é o desejo público e notório dos procuradores da Lava Jato.

Como não consegue nenhuma prova para incriminar o ex-tesoureiro do PT, Sergio Moro aceita qualquer história. A fábula da vez é a de que João Vaccari Neto guardava propina em caixas de presentes coloridas. Até que é bem criativa a versão. Deve ter sido criada por gênios da comunicação para se tornar mais uma daquelas histórias absurdas de casos de corrupção que ficam no imaginário do povo.

O fato concreto é que Vaccari não recebeu propina alguma, muito menos em caixas coloridas.

É nítido que a turma da Lava Jato tentará de tudo para incriminar Vaccari. É a forma que eles encontraram de perseguir o PT. Foi assim que, rompendo com qualquer limite democrático, Sergio Moro pediu a quebra do sigilo telefônico de uma das linhas da sede do Partido dos Trabalhadores.

Na falta de provas para tornar realidade o desejo dos procuradores de criminalizar o PT, apresentam versões fantasiosas de delatores como se fosse verdade absoluta.

Já está claro o direcionamento político da operação. A única coisa que falta é saber até quando irão extrapolar os limites constitucionais para se manterem sob os holofotes dos noticiários.

*Em tempo: todos réus confessos que delataram, já estão em casa. Essa é a justiça de Moro.

Leia também:
Dossiê comprova detalhadamente a inocência de Vaccari
PSDB de Alckmin recebeu 92% das doações de empresas investigadas pela Lava Jato
Lava Jato assume que é ditadura
Lava Jato e Banestado: personagens se repetem
CPI do Banestado investiga conduta de procurador que apura lavagem
Procurador do caso Banestado ataca Lula novamente
O negociador das delações premiadas
A desfaçatez da Justiça com Vaccari

Anúncios

Uma resposta em “Os delatores da Lava Jato e a criatividade na invenção de histórias

  1. Pingback: Os delatores da Lava Jato e a criatividade na invenção de histórias | O LADO ESCURO DA LUA

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s