Defender Vaccari é defender a democracia e a esquerda

Justiça de exceção condenou Vaccari porque não podia condenar o PT. É impossível aceitar a narrativa hipócrita de que as doações arrecadadas oficialmente sejam transformadas em propina somente quando são destinadas ao PT

Não há nada que justifique a condenação de João Vaccari Neto. Ele sequer é o alvo. Apenas está sendo usado por aqueles que, articulados com setores do judiciário e da mídia, querem destruir o legado do partido que está à frente da Presidência da República e acabar com a carreira de todos os políticos petistas.

A Operação Lava Jato, comandada pelo juiz federal Sérgio Moro e os procuradores do Paraná, é um processo político. Recheado com muitos vazamentos seletivos, a exemplo da tentativa de usar a operação para interferir nas eleições.

Como disse o próprio Vaccari repetidas vezes: “estão tentando transformar doações legais em ilegais e criar um fato midiático”. E assim o fizeram.

A base de todas as decisões contra o ex-tesoureiro do PT são os depoimentos contraditórios de réus confessos. Mesmo estes depoimentos inocentam Vaccari, conforme apontou o advogado Luiz Flávio Borges D’Urso.

A condenação injusta imposta a Vaccari mostra a parcialidade do juiz Moro no processo e a ilegalidade de condenar alguém com base apenas na palavra de delatores.

A “Operação Lava Jato” viola o princípio de presunção de inocência; sobrepõe o espetáculo “jurídico-político-midiático” à necessária produção de provas; considera delações premiadas como provas cabais para uns e não para outros; prolonga prisões preventivas apenas para constranger psicologicamente os acusados e induzi-los a fazer delações manipuladas. Longe de querer acabar com a corrupção, a “Operação Lava Jato” está, na verdade, gestando um Estado de exceção, em afronta à Constituição e à democracia.

O PT É O ALVO

Vaccari foi condenado única e exclusivamente por ter sido tesoureiro do PT e ter arrecadado recursos legais e oficiais para o partido. Doações realizadas pelas mesmas empresas e no mesmo período aos tucanos são consideradas “contribuições eleitorais”, mas quando os recursos se destinam ao PT são tidas como propina.

Achar que todo esse ataque orquestrado é porque o PT recebia doações oficiais e legais de empresas é má-fé ou excesso de inocência. A extinção do PT e “dessa raça”, como bem queria Jorge Bornhausen, é um projeto que nunca saiu dos planos da elite brasileira, aliada à oposição reacionária e direitista e apoiada por parte da mídia golpista.

Esse golpe “jurídico-midiático” para interferir no jogo democrático já foi tentado várias vezes. Querem colocar os “amigos” de volta no Palácio do Planalto.

A verdade é que o PT, quando enfrentou algumas questões sociais e econômicas que garantiram mais direitos a quem nunca soube o que era isso, retirou a máscara que cobria os privilégios dos donos do poder econômico e político.

Descobriu-se que, na verdade, a elite e parte da sociedade que se identifica com ela não aceitam que os mais necessitados passem a receber um pouco de dinheiro para se alimentar. Eles não aceitam que a parcela da população historicamente reprimida ande de cabeça erguida e viaje no mesmo avião que eles.

O PT fez com que essas pessoas se pronunciassem e se posicionassem. E isso é terrível, pois ninguém gosta de ter que mostrar seu pior lado. Todo esse ódio dos conservadores ao PT não é devido aos erros políticos do partido. O ódio se deve aos acertos sociais do PT, que contrariam interesses poderosos – a exemplo do pré-sal – e desafiam preconceitos seculares.

Essa é, na verdade, mais uma ofensiva no histórico de ataques ao PT, que se iniciou ainda nas primeiras eleições após o fim da ditadura, quando o partido se mostrou como uma força política de esquerda que poderia disputar a hegemonia social.

João Vaccari Neto é inocente e vítima desse processo.

Vaccari é preso político! E não está sozinho!

Entenda o que está por trás desse jogo político em que se transformou a “Operação Lava Jato” e tenha acesso à íntegra da defesa e da verdade sobre Vaccari.

Leia também:
Dossiê comprova detalhadamente a inocência de Vaccari
Sérgio Moro condena Vaccari e a democracia
Advogado de Vaccari emite nota pública e diz que irá recorrer da decisão

Acompanhe a página nas redes sociais:
Facebook: facebook.com/AVerdadesobreVaccari
Twitter: twitter.com/VerdadeVaccari

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s