Depoimento de Youssef é mais um fato velho para uma nova manchete

Em meio a uma avalanche de notícias “requentadas”, entenda o que diz o doleiro sobre Vaccari e saiba a verdade por trás de notícias distorcidas

O doleiro Alberto Youssef, principal delator da Operação Lava Jato, ajudou a imprensa a requentar no seu noticiário fatos velhos. É uma prática que tem se tornado corriqueira. Não surpreende mais.

O fato de o delator já ter mentido para a Justiça em acordo anterior de delação e ser personagem “carimbado” do caso Banestado já é mais do que suficiente para questionarmos a credibilidade de seu depoimento. Na verdade, esse questionamento já foi apontado lá atrás, há um ano, quando começaram os vazamentos seletivos dos depoimentos de Youssef em plena campanha eleitoral (sobre isso, leia mais aqui).

Mas, apenas para nos situarmos em meio a uma avalanche de notícias “requentadas”, reproduzimos trecho do dossiê com a verdade sobre o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, em que explica as falsas acusações apontadas pelo doleiro:

O QUE DIZ O MINISTÉRIO PÚBLICO
Com base na delação premiada de Youssef, o Ministério Público Federal acusou Vaccari de utilizar sua cunhada, Marice Correa de Lima, como preposto na gestão dos recursos provenientes da propina destinada ao Partido dos Trabalhadores e também para receber vantagens pessoais. Como prova, os procuradores apresentaram um vídeo que mostraria Marice efetuando depósitos na conta de sua irmã Giselda, esposa de Vaccari.

O MP afirma também que Youssef teria entregue R$ 400 mil a Marice e outros R$ 400 mil ao próprio Vaccari, como sendo repasses de propina provenientes de contratos entre a Toshiba America do Sul e a Petrobras.

QUAIS SÃO OS FATOS
Em relação aos R$ 400 mil supostamente entregues ao Vaccari, ele nega. A versão de Youssef também é contrariada pela empresa Toshiba América do Sul, que nega ter pago qualquer propina em contratos com a Petrobras. Seu representante, Luis Carlos Borba, desmente em depoimento prestado perante a Polícia Federal a afirmação do doleiro, conforme reportagem publicada no jornal Valor Econômico em 31/03/2015.

Com relação ao local da entrega de recursos ao João Vaccari, o próprio Youssef se contradiz. Em um momento a entrega teria ocorrido em um restaurante. Em outro, a entrega teria sido feita no Diretório Nacional do PT, em São Paulo.

Com relação aos R$ 400 mil que teriam sido entregues à Marice, o doleiro se contradiz novamente em sua delação. Primeiro afirma que a entrega foi no escritório dele, depois fala que foi no estacionamento. Diz que a mulher tinha cabelos compridos, usava óculos e foi dirigindo. Marice nunca teve cabelos compridos, há mais de 10 anos não usa óculos e não tem a prática de dirigir.

Com base na declaração de Youssef, o Ministério Público afirmou que Marice mentiu em depoimento quando negou ter realizado depósitos na conta de Gilselda no ano de 2015. Marice foi mantida presa e somente foi posta em liberdade após Giselda ter feito declaração com firma reconhecida de que era ela quem aparecia nas imagens.

Mesmo com a declaração de Giselda e após a Folha de S. Paulo ter realizado perícia e constatado o equívoco, o Ministério Público realizou perícia judicial, exigindo a presença de ambas para reconstituição das cenas. O laudo da Polícia Federal confirmou ser Giselda e não Marice quem aparece nas imagens.

Fato velho, manchete nova
Pois bem, é disso que se trata o milésimo depoimento de Youssef, o doleiro que se tornou especialista em delação premiada. Nada novo. Apenas mais um capítulo do julgamento midiático operado pela turma da Lava Jato e parceiros.

Acesse aqui a íntegra do dossiê com a verdade sobre Vaccari e tenha acesso às respostas da defesa a respeito de cada acusação do Ministério Público.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s